Meu primeiro dia das mães e é sem o meu filho aqui

Sad woman sitting near a grave Premium Photo
Photo por FREEPIK. | Escrevo esse texto no dia 18/05, já que no dia eu fiquei um pouco longe da internet.


Eu sei que a vida continua e é esse continuar que tornam as coisas difíceis. 
Os seus planos foram embora e talvez, muito provavelmente, o seu sonho também.
E é assim que também me sinto. Um pouco sem rumo já que meu sonho partiu e deixou um enorme amor aqui dentro de mim.

Em nossa sociedade, nossa cultura, existem dias especiais para mães e pais. Para aquelas pessoas que se dedicaram ou estão se dedicando a criar os seus filhos. 

Mas e eu que o meu filho não está aqui? Como é lidar com isso em um dia que é comemorado e celebrado?


Desde o começo do luto que venho, esporadicamente, contando o meu processo de luto, de sentir, para ajudar outras pessoas e desde o início eu disse algo super real e vou continuar sustentando isso pois tem me ajudado: Eu me permito.
Esse ano eu quis me isolar, mal dei feliz dia das mães para as pessoas ao meu redor, mas fui em cada grupo reafirmar que ser mãe é muito mais do que dar a luz e ver um filho crescer. É gerar no coração.
É ter amor maternal e isso ninguém pode nos tirar.

Eu me permiti chorar quando a saudade, o medo, a dor chegaram, eu me revoltei um pouco também. E no final me senti melhor.
Eu me permiti ser solidaria quando a empatia me pegou.
Eu me permiti cobrar o meu "feliz dia das mães" quando acordei e não o recebi logo de cara do pai do meu bebê anjo.
Eu me permiti ficar longe das redes sociais por um bom tempo. 
Eu me permiti dar um tempo em alguns stories e publicações de páginas e pessoas...

Eu só me permiti fazer tudo o que me ajudasse, sem cobranças, sem moralismo. Só fiz o que precisava.

Como também já disse aqui em outro momento, cada um tem um jeito de lidar com o luto algumas pessoas irão estar em união no dia, terão mil coisas para fazer, se distrairão de alguma forma e pode ser o seu caso, então não se culpe se fizer isso.
Não se culpe se não está pela casa chorando ou até que as obrigações do dia não puderam te deixar sentir o luto como deveria. 
Você está sentindo e provavelmente foi isso que te fez chegar até aqui.
A vida continua e as vezes elas nos engole.

Só tenha em mente que se permitir é importante.


Fique com meu abraço e os meus desejos de consolo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Linezzer Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo